Topo
Mindfulness Para o Dia a Dia

Mindfulness Para o Dia a Dia

Categorias

Histórico

Três dicas de atenção plena para uma vida mais simples

Marcelo Demarzo

26/12/2018 04h00

Crédito: iStock

Uma das principais causas de estarmos cada vez mais percebendo o estresse aumentar em nossas vidas é o excesso de informação e estímulos. A maior fonte desses estímulos, como sabemos, são a internet e os smartphones, e em especial, as redes sociais (facebook, instagram, etc., etc.) e os aplicativos de mensagens instantâneas (whatsapp, etc., etc.).

Como essas coisas são cada vez mais parte integrante de nossa vida moderna e não as eliminaremos (e inclusive elas nos ajudam, sendo úteis em várias situações), o melhor caminho é equilibrarmos as coisas. Assim, podemos deixar a vida um pouco mais simples, no sentido de termos também momentos para saborearmos coisas cotidianas com mais atenção plena e com menos exposição a esses estímulos.

Dou a seguir 3 dicas para levarmos um pouco mais de "micro-momentos" de atenção plena ao nosso dia, para que possamos ter um tempinho para "apenas sermos ou estarmos", sem termos que pensar ou nos preocupar com nada mais, nem termos que ficar respondendo mensagens ou navegando nas infinitas redes sociais, que muitas vezes nos dão maior sensação de tristeza e ansiedade.

Vejamos como levar esses micro-momentos para atividades de nosso cotidiano:

Comer com atenção plena

"Apenas coma enquanto estiver comendo". Esteja consciente do momento em que você coloca os alimentos em seu prato, observe as cores, a quantidade, a variedade, a disposição da comida, os alimentos que você escolheu. Sinta o cheiro da comida por alguns instantes antes de colocar na boca.

Ao mastigar, observe os movimentos em seu rosto e boca, esteja consciente de como o alimento é mastigado, e sinta o sabor nessas diferentes fases. Finalmente, preste atenção como o alimento "caminha" até o estômago.

Caminhar com atenção plena

"Apenas caminhe enquanto estiver andando". A principal dica é realizar qualquer caminhada ou uma parte dela de maneira mais consciente, presente nas sensações do próprio corpo durante a atividade ou percebendo o ambiente ao redor.

Podemos também observar quando nossa atenção se distrai em pensamentos e imagens mentais durante a caminhada, voltando novamente às sensações corporais ou às sensações do ambiente (cores, sons e cheiros), sempre que necessário. Assim aproveitaremos a caminhada como prática de atenção plena, ampliando seus benefícios.

Conversar com atenção plena

"Apenas converse enquanto está falando com alguém". Ouça com os "ouvidos", ou seja, escute o outro sem interrompê-lo, e com "expressões corporais" que indiquem sua presença (olhar para a pessoa enquanto ouve, por exemplo). Após escutar, você pode inclusive checar o que realmente "escutou", ou seja, dê um pequeno feedback à pessoa sobre o que você compreendeu, e verifique se o que você entendeu corresponde ao que a pessoa queria lhe contar.

Ao falar, se possível faça uma pausa breve para perceber como você está naquele momento, ou seja, se há alguma emoção presente que possa influenciar a maneira de se expressar, e perceba se o tempo de fala está adequado. Enfim, saboreie aquele momento de conversa, em especial com as pessoas especiais em nossa vida.

Vamos treinar? Técnicas simples de atenção plena, que nos permitem fazer uma pequena pausa um pouco antes desses momentos que comentei (comer, caminhar, e conversar), como o exercício dos 3 passos de mindfulness, podem nos auxiliar a estarmos mais plenos nessas situações cotidianas (veja aqui como praticar).

Referência:

Garcia-Campayo & Demarzo. ¿Que sabemos de Mindfulness? Kairós Editorial, 2018.

Para saber mais:

www.mindfulnessbrasil.com (Mente Aberta – Centro Brasileiro de Mindfulness e Promoção da Saúde – UNIFESP)

www.webmindfulness.com (WebMindfulness – Grupo de Pesquisa Coordenado pelo Prof. Javier García-Campayo – Universidad de Zaragoza, informações em espanhol)

www.umassmed.edu/cfm (Centro de Meditação "Mindfulness" na Medicina, Universidade de Massachusetts, Estados Unidos, informações em inglês)

Sobre o autor

Marcelo Demarzo é médico especialista em mindfulness (atenção plena), professor e pesquisador na área de medicina, saúde e bem-estar. Ministra cursos e palestras sobre estilo de vida mindful, bem-estar e saúde --expertise desenvolvida em 15 anos como professor e pesquisador em vários hospitais e universidades brasileiras (UNIFESP, USP, Hospital Israelita Albert Einstein) e internacionais (Universidade de Oxford, Universidade de Zaragoza, Harvard University). É autor de livros e estudos científicos relacionados ao tema de mindfulness e qualidade de vida e realiza dezenas de atendimentos individuais e em grupo para disseminar o conceito de mindful living (viver pleno e consciente). É coordenador da Especialização em Mindfulness da UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo).

Sobre o blog

Dicas e reportagens sobre saúde e qualidade de vida, com foco em mindfulness e bem-estar. Um espaço interativo para conversarmos sobre como desenvolver um estilo de vida mais mindful (pleno e consciente), que irá ajudá-lo a lidar melhor com o estresse, algo tão comum na nossa vida atual.