Topo
Mindfulness Para o Dia a Dia

Mindfulness Para o Dia a Dia

Categorias

Histórico

Técnicas de mindfulness para colocar em prática em situações de nervosismo

Marcelo Demarzo

14/03/2018 04h00

Crédito: iStock

É relativamente comum que tenhamos situações que nos deixem com os “nervos à flor da pele”, ou seja, com um sentimento de perda de controle e grande nervosismo. Nessas situações é comum também agirmos de uma maneira bastante reativa, e pouco eficiente, com certa frequência piorando ou estendendo o problema desnecessariamente.

É possível usar mindfulness nessas situações?

Sim, mas envolve um certo treinamento. A essência do processo é estar mais consciente do próprio estado mental e emocional durante essas situações, poder reavaliar e regular as emoções, e então responder de maneira menos reativa e mais eficiente. Isso é simples de falar, mas difícil de fazer, e por isso exige técnica e treinamento regular.

Um exemplo do dia a dia para ficar mais claro: acordamos pela manhã e temos uma conversa difícil como nosso parceiro. Saímos de casa carregando a emoção negativa daquela conversa, e chegamos no trabalho levando esse sentimento, mas sem nos darmos conta dele. Chegando ao trabalho, temos uma reunião desafiadora, e um colega nos sugere que precisamos melhorar em determinado aspecto. Ficamos nervosos com o colega e entramos numa discussão em voz alta, com acusações verbais sobre a falta de reconhecimento do nosso trabalho, etc.

Parece familiar? Nessa situação bastante comum a todos nós, podemos ver a relação entre uma emoção negativa gerada num contexto prévio (conversa difícil) com a reatividade excessiva a outra situação vivenciada naquele exato momento (reunião desafiadora), levando a um nervosismo exacerbado. Se pudéssemos estar mais conscientes dessas emoções e estados mentais antes de entrarmos na reunião, talvez a resposta ao colega teria sido outra, mais curiosa, gentil e produtiva.

Mas como fazer isso?

As técnicas de mindfulness são uma ferramenta útil nessas situações, tanto para nos prepararmos previamente para enfrentá-las (conheça 3 técnicas para a prática regular de atenção plena clicando aqui), quanto para usarmos durante essas situações.

Uma maneira de usarmos mindfulness durante essas situações de nervosismo, além da prática regular prévia, é fazer uma pequena pausa ou espaço de consciência durante esses momentos desafiadores, por exemplo, usando a técnica de 3 passos (veja aqui como fazer esse exercício).

Essa pequena pausa (pode ser também, alternativamente, prestar a atenção em algumas poucas respirações) permitirá que percebamos em nosso corpo, por meio de sensações e sentimentos, o tipo de estado mental e emocional que trazemos de nossas experiências imediatamente anteriores. Podemos perceber, inclusive, contextos pessoais de longo prazo, como por exemplo uma tendência a ter uma visão negativa dos eventos de vida.

A partir dessa pequena pausa, poderemos perceber como esses contextos influenciam diretamente nossa experiência naquele momento específico de nervosismo, permitindo a melhor regulação da emoção e dos impulsos que surgirem, usando basicamente o “termômetro” do corpo. E permitirá também perceber o que aquela situação específica está nos causando naquele exato momento, podendo vivenciá-la no modo “mindful”, menos reativo, e mais eficiente.

Que tal tentar uma pequena pausa na próxima situação desafiadora que vivenciar?

REFERÊNCIA:

Garcia-Campayo & Demarzo. ¿Que sabemos de Mindfulness? 100 preguntas-clave. Kairós Editorial, 2018 (in press).

PARA SABER MAIS SOBRE MINDFULNESS

www.mindfulnessbrasil.com (Mente Aberta – Centro Brasileiro de Mindfulness e Promoção da Saúde – UNIFESP)

www.webmindfulness.com (WebMindfulness – Grupo de Pesquisa Coordenado pelo Prof. Javier García-Campayo – Universidad de Zaragoza, informações em espanhol)

www.umassmed.edu/cfm (Centro de Meditação “Mindfulness” na Medicina, Universidade de Massachusetts, Estados Unidos, informações em inglês)

 

Sobre o Autor

Marcelo Demarzo é médico especialista em mindfulness (atenção plena), professor e pesquisador na área de medicina, saúde e bem-estar. Ministra cursos e palestras sobre estilo de vida mindful, bem-estar e saúde --expertise desenvolvida em 15 anos como professor e pesquisador em vários hospitais e universidades brasileiras (UNIFESP, USP, Hospital Israelita Albert Einstein) e internacionais (Universidade de Oxford, Universidade de Zaragoza, Harvard University). É autor de livros e estudos científicos relacionados ao tema de mindfulness e qualidade de vida e realiza dezenas de atendimentos individuais e em grupo para disseminar o conceito de mindful living (viver pleno e consciente). É coordenador da Especialização em Mindfulness da UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo).

Sobre o Blog

Dicas e reportagens sobre saúde e qualidade de vida, com foco em mindfulness e bem-estar. Um espaço interativo para conversarmos sobre como desenvolver um estilo de vida mais mindful (pleno e consciente), que irá ajudá-lo a lidar melhor com o estresse, algo tão comum na nossa vida atual.