Topo

Histórico

Categorias

Qual a diferença entre uma prática, um curso e uma formação em mindfulness?

Marcelo Demarzo

27/11/2019 09h20

Crédito: iStock

Mindfulness (atenção plena) é um termo "guarda-chuva" (geral) e pode incluir vários significados: técnicas meditativas, cursos de 8 semanas e um estado mental.

Como mindfulness (atenção plena, conheça mais) é um termo amplo (dizemos termo "guarda-chuva"), pode gerar muita confusão para aqueles que estão começando a conhecê-lo.

Podemos dizer que a palavra "mindfulness" é parecida com a palavra "esporte", pois engloba várias "modalidades". Assim, existem vários aspectos ou "modalidades" de mindfulness, entre eles os principais seriam:

Mindfulness como um dos estados da Mente

Podemos dizer que "mindfulness" se refere a um dos estados de nossa mente, acessível a qualquer um de nós, mas pouco utilizado hoje em dia.

Podemos entendê-lo como a mente num estado de atenção (foco) no que se está fazendo ou vivendo (usando de preferência todos os sentidos), incluindo a melhor percepção de nossos padrões mentais (pensamentos) e emoções.

Implica também numa atitude mental que chamamos de "mente do principiante", que nos ajuda a manter uma observação curiosa e aberta frente à vida.

O estado de mindfulness seria então como um como um antídoto a viver desatento, no modo mental de "piloto automático" (aproximadamente 50% do tempo não estamos atentos ao que estamos fazendo), tendendo a reagir sem consciência às situações e fatores de estresse e mal-estar.

Mindfulness como uma Técnica ou Prática (Meditação)

Para se treinar esse estado mental temos várias técnicas (chamamos de práticas), e, entre as técnicas, a meditação é uma das mais utilizada para se treinar o estado mental de mindfulness.

Por outro lado, o termo "meditação" também é parecido com "esporte", e nem todas as técnicas de meditação (são centenas) são usadas para se treinar mindfulness, apenas aquelas que usam exercícios atencionais (treinamento da atenção plena).

Por exemplo, uma das técnicas meditativas mais conhecida e utilizada em mindfulness é aquela na qual usamos a própria respiração para o treino da atenção plena (chamamos de "mindfulness da respiração").

Mindfulness como um Curso de 8 semanas

Nos últimos 40 anos, foram desenvolvidos "cursos" ou programas de treinamento em mindfulness, de base laica e científica, e que, em geral, duram 8 semanas (uma sessão de 2 horas, em média, por semana).

O programa mais antigo é o que chamamos de MBSR (Mindfulness-based Stress Reduction, conheça mais), e existem dezenas desses programas ou protocolos, com aplicação em diversas áreas, como saúde, educação e mundo corporativo.

Esses cursos têm o propósito de serem simples e desprovidos de conteúdo religioso ou espiritual, pois a ideia é que sejam acessíveis a qualquer pessoa, independente de crenças e credos.

O que é interessante (e pode gerar confusão) é que aprender mindfulness num curso de 8 semanas, não significa apenas aprender a meditar, como se costuma pensar.

As práticas de atenção plena fazem parte do curso, mas o conteúdo é mais amplo, e inclui também momentos de reflexão e outros mais cognitivos e teóricos, que, no conjunto, ajudam a treinar o estado mental de mindfulness, para que estejamos um pouco mais conscientes e menos reativos e impulsivos ao estresse do dia a dia.

Para profissionais que queiram trabalhar com esses protocolos, há processos específicos de Formação Profissional em Mindfulness, que duram pelo menos um ano (saiba mais). Apenas fazer um curso de 8 semanas não habilita um profissional a trabalhar com mindfulness.

Vamos praticar?

Mande sua pergunta: Se você tem alguma dúvida ou curiosidade sobre mindfulness, atenção plena, ou neurociência do comportamento, por favor me escreva que terei prazer em abordar seu tema em textos futuros: demarzo@unifesp.br

Referência

García-Campayo, Demarzo & Modrego-Alarcón. Bienestar emocional y mindfulness en la educación. Madrid: Alianza Editorial, 2017.

Para Saber Mais Sobre Mindfulness

www.mindfulnessbrasil.com (Mente Aberta – Centro Brasileiro de Mindfulness e Promoção da Saúde – UNIFESP)

www.webmindfulness.com (WebMindfulness – Grupo de Pesquisa Coordenado pelo Prof. Javier García-Campayo – Universidad de Zaragoza, informações em espanhol)

www.umassmed.edu/cfm (Centro de Meditação "Mindfulness" na Medicina, Universidade de Massachusetts, Estados Unidos, informações em inglês)

 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Marcelo Demarzo é médico especialista em mindfulness (atenção plena), professor e pesquisador na área de medicina, saúde e bem-estar. Ministra cursos e palestras sobre estilo de vida mindful, bem-estar e saúde --expertise desenvolvida em 15 anos como professor e pesquisador em vários hospitais e universidades brasileiras (UNIFESP, USP, Hospital Israelita Albert Einstein) e internacionais (Universidade de Oxford, Universidade de Zaragoza, Harvard University). É autor de livros e estudos científicos relacionados ao tema de mindfulness e qualidade de vida e realiza dezenas de atendimentos individuais e em grupo para disseminar o conceito de mindful living (viver pleno e consciente). É coordenador da Especialização em Mindfulness da UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo).

Sobre o blog

Dicas e reportagens sobre saúde e qualidade de vida, com foco em mindfulness e bem-estar. Um espaço interativo para conversarmos sobre como desenvolver um estilo de vida mais mindful (pleno e consciente), que irá ajudá-lo a lidar melhor com o estresse, algo tão comum na nossa vida atual.

Mindfulness Para o Dia a Dia