PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Categorias

Atenção plena ajuda no relacionamento de casais

Marcelo Demarzo

29/01/2020 09h06

iStock

Participar de um treinamento de mindfulness (atenção plena) pode impedir que discussões entre casais, que são naturais, fiquem fora de controle, gerando grandes conflitos.

Todos nós que estamos ou estivemos em relacionamentos amorosos já passamos por isso: nosso(a) parceiro(a) faz ou diz algo que nos irrita ou que não concordamos (e vice-versa) e se inicia uma discussão "quente", muitas vezes gerando um abalo ou conflito grave ou mesmo definitivo na relação.

De maneira impulsiva ou hiper-reativa, e muitas vezes sem perceber, um (ou ambos) explode(m) e diz(em) palavras ou frases agressivas e "cortantes", as quais não podem ser "apagadas", como fazemos no WhatsApp…

O que poderia ter sido uma pequena discussão, natural em qualquer relação, pode se tornar um grande conflito. Como ambos saem magoados e insatisfeitos, esses sentimentos podem gerar cada vez mais conflitos no futuro, criando um círculo vicioso que acaba colocando o relacionamento em risco.

É possível prevenir ou amenizar essas situações praticando a atenção plena?

Estudos recentes nos indicam que sim. Por exemplo, um estudo americano observou que casais (tanto homens quanto mulheres) que apresentavam maiores níveis de atenção plena durante um período de conflitos de relacionamento reduziam mais rapidamente seus níveis de cortisol, um hormônio associado ao estresse, sugerindo que eles estavam se acalmando de maneira mais eficaz, amenizando o impacto do conflito.

A hipótese é que parceiros com níveis mais elevados de atenção plena (que podem ser desenvolvidos por meio de treinamentos) tendem a não levar as discussões para o nível pessoal, regulam mais rapidamente suas reações emocionais, e se empatizam mais profundamente com as questões do(a) parceiro(a).

Programa de Mindfulness Específico para Relacionamentos

Os parceiros ou casais interessados em desenvolverem ou aprimorarem seus níveis de atenção plena por meio de treinamentos, podem se beneficiar dos programas clássicos de mindfulness (como por exemplo o que conhecemos como MBSR, ou o MBHP), ou ainda participarem de cursos específicos para relacionamentos amorosos, como o Programa de Aprimoramento de Relacionamentos baseado em Mindfulness (Mindfulness-Based Relationship Enhancement – MBRE).

O MBRE usa um conjunto de técnicas de atenção plena e psicoeducativas voltadas especialmente a casais que queiram fortalecer suas habilidades de enfrentamento dos fatores de estresse comuns nos relacionamentos.

Os estudos iniciais sobre o programa MBRE foram promissores e demonstraram que ele é eficaz para aumentar as habilidades de enfrentamento do estresse próprio dos relacionamentos, aumentando o bem-estar e melhorando a percepção de felicidade dos casais.

Vamos praticar?

Mande sua pergunta: Se você tem alguma dúvida ou curiosidade sobre mindfulness, atenção plena, ou neurociência do comportamento, por favor me escreva que terei prazer em abordar seu tema em textos futuros: demarzo@unifesp.br

Referência:

Garcia-Campayo & Demarzo. ¿Qué sabemos del mindfulness? (Espanhol). Kairós Editorial, 2018.

Para saber mais sobre mindfulness:

www.mindfulnessbrasil.com (Mente Aberta – Centro Brasileiro de Mindfulness e Promoção da Saúde – UNIFESP)

www.webmindfulness.com (WebMindfulness – Grupo de Pesquisa Coordenado pelo Prof. Javier García-Campayo – Universidad de Zaragoza, informações em espanhol)

www.umassmed.edu/cfm (Centro de Meditação "Mindfulness" na Medicina, Universidade de Massachusetts, Estados Unidos, informações em inglês)

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Marcelo Demarzo é médico especialista em mindfulness (atenção plena), professor e pesquisador na área de medicina, saúde e bem-estar. Ministra cursos e palestras sobre estilo de vida mindful, bem-estar e saúde --expertise desenvolvida em 15 anos como professor e pesquisador em vários hospitais e universidades brasileiras (UNIFESP, USP, Hospital Israelita Albert Einstein) e internacionais (Universidade de Oxford, Universidade de Zaragoza, Harvard University). É autor de livros e estudos científicos relacionados ao tema de mindfulness e qualidade de vida e realiza dezenas de atendimentos individuais e em grupo para disseminar o conceito de mindful living (viver pleno e consciente). É coordenador da Especialização em Mindfulness da UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo).

Sobre o blog

Dicas e reportagens sobre saúde e qualidade de vida, com foco em mindfulness e bem-estar. Um espaço interativo para conversarmos sobre como desenvolver um estilo de vida mais mindful (pleno e consciente), que irá ajudá-lo a lidar melhor com o estresse, algo tão comum na nossa vida atual.

Mindfulness Para o Dia a Dia